Total de visitas: 8673
24 - Céu
24 - Céu

24 - Céu

“...Começou a sentir-se estranhamente calmo. Se existia o mal terrível que experimentavam, então era verdade que o reino dos céus também existia, e, junto com ele, tudo o mais que havia aprendido e negado durante toda a vida. – Existe a vida eterna – disse...” (As Valkírias – pdf - meocloud- p. 41).

Vejamos algumas citações bíblicas a respeito de céu que subtende salvação, vida eterna, reino dos céus, Paraíso:

“Pois eles de propósito ignoram isto, que pela palavra de Deus já desde a antiguidade existiram os céus...” (II Pedro 3.5).

“Nós, porém, segundo a sua promessa, aguardamos novos céus e uma nova terra, nos quais habita a justiça” (II Pedro 3.13).

“E ali haverá um alto caminho, um caminho que se chamará O Caminho Santo (que leva ao céu); o imundo não passará por ele, mas será para o povo de Deus (os remidos). Os caminhantes, até mesmo os loucos, nele não errarão” (Isaías 35.8).

Ficarão de fora (do céu) os cães (zombadores, escarnecedores, sem temor algum), os feiticeiros, os adúlteros, os homicidas, os idólatras, e todo o que ama e pratica a mentira. Eu, Jesus, enviei o meu anjo para vos testificar (ensinar, avisar, alertar) estas coisas a favor das igrejas...” (Apocalipse 22.15,16).

- É obvio que o céu é habitação de Cristo

“... os quais (os anjos) lhes disseram (aos discípulos): Varões galileus, por que ficais aí olhando para o céu? Esse Jesus, que dentre vós foi elevado para o céu, há de vir assim como para o céu o vistes ir” (Atos 1.11).

- No céu existe uma cidade santa, morada dos salvos, comparada a uma pedra preciosa de muito brilho

“E vi um novo céu e uma nova terra...E vi a santa cidade, a nova Jerusalém, que descia do céu da parte de Deus, adereçada como uma noiva (a igreja) adornada para o seu noivo (Jesus).

Disse-me ainda: Está cumprido... Aquele que vencer herdará estas coisas; e eu serei seu Deus, e ele será meu filho.

Mas, quanto aos medrosos, e aos incrédulos, e aos abomináveis, e aos homicidas, e aos adúlteros, e aos feiticeiros, e aos idólatras, e a todos os mentirosos, a sua parte será no lago ardente de fogo e enxofre, que é a segunda morte.

E veio um dos sete anjos... E levou-me em espírito a um grande e alto monte, e mostrou-me a santa cidade de Jerusalém, que descia do céu da parte de Deus, tendo a glória de Deus; e o seu brilho era semelhante a uma pedra preciosíssima, como se fosse jaspe cristalino... O muro da cidade tinha doze fundamentos, e neles estavam os nomes dos doze apóstolos do Cordeiro. ...a cidade era de ouro puro, semelhante a vidro límpido. Os fundamentos do muro da cidade estavam adornados de toda espécie de pedras preciosas” (Apocalipse 21.1-19).

- É também, o lugar dos anjos

“E logo que os anjos se retiraram deles para o céu, diziam os pastores uns aos outros: Vamos já até Belém, e vejamos isso que aconteceu e que o Senhor nos deu a conhecer” (Lucas 2.15).

- Os salvos irão para o céu

“Não se turbe o vosso coração; credes em Deus, crede também em mim. Na casa de meu Pai há muitas moradas; se não fosse assim, eu vo-lo teria dito; vou preparar-vos lugar.

E, se eu for e vos preparar lugar, virei outra vez, e vos tomarei para mim mesmo, para que onde eu estiver estejais vós também. E para onde eu vou vós conheceis o caminho” (João 14.1-4).

“Conheço um homem em Cristo (o apóstolo Paulo referindo-se a si mesmo) que há catorze anos (se no corpo não sei, se fora do corpo não sei; Deus o sabe) foi arrebatado até o terceiro céu. ...arrebatado ao paraíso, e ouviu palavras inefáveis, as quais não é lícito ao homem referir”. (II Coríntios 12.2-4). 

- Há uma guerra no invisível

“É, pois, esta a parábola: A semente é a palavra de Deus. Os que estão à beira do caminho são os que ouvem; mas logo vem o Diabo e tira-lhe do coração a palavra, para que não suceda que, crendo, sejam salvos”. (Lucas 8.11,12).

O Diabo luta para impedir a salvação da raça humana. O ódio dele é por que, enquanto estivermos vivos há esperança de sermos salvos, por que temos essa promessa e ele não tem mais nada que o beneficie, e por que somos semelhança de Deus. Ele perdeu essa semelhança, para ele não resta mais perspectiva. Enquanto ele nos perturba, já sabe o que o aguarda: o lago de fogo, o pior do inferno. Pensemos na seguinte imagem: o inferno é a cratera imensa de um vulcão em atividade, o lago de fogo é o centro do vulcão: o magma.

E convenhamos, deixemos de bancarmos os bobos: O homem não é tão “inocentinho” assim, ele sabe da existência do mal e do bem; de pessoas boas e pessoas maléficas, portanto não me venha com essa conversinha de vítima quando se pergunta “como Deus pode “permitir” que o homem vá para o inferno?!”

Parte da raça humana está se tornando cada vez mais demoníaca. Poucos estão dispostos a “deixar para lá”, relevar, perdoar, mudar de rota para escapar de coisa pior, calar-se. Numa camada social mais aprofundada, da maldade, eles “peitam” mesmo! Encaram, se armam, assassinam, etc.

Permita-me mais um parêntese aqui para contar a experiência de certa irmã que teve uma visão não se sabe se por meio de um sonho ou “ao vivo”, mas ela viu uma fila que seguia para o céu e duas, paralelas, que voltavam. Isso ilustra o versículo que nos diz que “nem todo o que me diz: Senhor, Senhor... Entrará no reino dos céus...” (Mateus 7.21).

É óbvio que essa rejeição não se restringe apenas aos que estão sem Cristo, mas a todos nós que não estivermos “quites” com Deus e sua Palavra, como já foi falado.

Isso me levou a pensar no texto bíblico em que Jesus falou de “suposta” porcentagem de salvos e perdidos:

“Então, estando dois homens no campo, será levado um e deixado outro; estando duas mulheres a trabalhar no moinho, será levada uma e deixada a outra. Vigiai, pois, porque não sabeis em que dia vem o vosso Senhor; sabei, porém, isto: Se o dono da casa soubesse a que vigília da noite havia de vir o ladrão, vigiaria e não deixaria minar a sua casa.Por isso ficai também vós apercebidos; porque numa hora em que não penseis, virá o Filho do homem...” (Mateus 24.40-44).

O que nos leva a imaginar que metade da população mundial não estará em condição de subir, quando Jesus voltar em sua segunda vinda, mas é apenas uma suposição. Com base nesse texto analisemos alguns tipos de pessoas e condições:

- As boas e as más

- Os filhos de Deus e os filhos do Diabo

- Os do Reino de Deus e os do Reino do Diabo

- Os obedientes e os desobedientes

- Os que conhecem a Deus e os que o desconhecem

- Os que não veem à hora de encontrá-lo e os que têm medo desse encontro

- Os justos e os injustos

- Os que são carnais e os que são espirituais

- Os frequentadores de igrejas e os convertidos

- Os que estão com Cristo e os que pensam que estão com Ele

- Os céticos e os crédulos

- Os prudentes e os insensatos, etc.

Observemos que, no versículo citado acima, metade sobe e metade fica. Uma parte está de acordo com a vontade de Deus e a outra totalmente em desobediência. Se considerarmos que o arrebatamento poderia ser só para os “crentes”, metade deles, contudo, iria ficar. Mas uma vez que a vinda de Cristo é pregada a todos, espera-se que todos se preparem para esse momento, no entanto, com base no versículo, deduzimos que metade do globo terra, possivelmente, não subiria com Cristo. Mas a verdade só Deus sabe.

A parábola das Dez Virgens também ilustra esta porcentagem “cinquenta a cinquenta”

“Então o reino dos céus será semelhante a dez virgens que, tomando as suas lâmpadas, saíram ao encontro do noivo.

Cinco delas eram insensatas, e cinco prudentes.

Ora, as insensatas, tomando as lâmpadas, não levaram azeite consigo. As prudentes, porém, levaram azeite em suas vasilhas, juntamente com as lâmpadas.

Tardando o noivo, cochilaram todas, e dormiram. Mas à meia-noite ouviu-se um grito: Aí vem o noivo! Saí-lhe ao encontro! Então todas aquelas virgens se levantaram, e prepararam as suas lâmpadas. E as insensatas disseram às prudentes: Dai-nos do vosso azeite, porque as nossas lâmpadas estão se apagando. Mas as prudentes responderam: Não podemos; pois faltaria para nós e para vós; ide antes aos que o vendem, e comprai-o para vós. E, tendo elas ido comprá-lo, chegou o noivo; e as que estavam preparadas entraram com ele para as bodas, e fechou-se a porta.

Depois vieram também as outras virgens (supostamente com o azeite “comprado”), e disseram: Senhor, Senhor, abre-nos a porta. Ele, porém, respondeu: Em verdade vos digo não vos conheço” (Mateus 25.1-12).

Eu ouvi um pregador falando a respeito dessa expressão “não vos conheço”, achei muito interessante ele dizer que poderá estar relacionado com a declaração“não me lembrarei mais dos seus pecados”. É como se houvesse um “dispositivo” instantâneo, “automático”, em Deus. Quando há arrependimento sincero, é espontâneo: o perdão é imediato, é esquecido, apagado. Da mesma forma dar-se-á no grande dia do acerto de contas. Muitos dirão que fizeram grandes feitos, a resposta será: “não vos conheço”, por que eles já tinham sido apagados “automaticamente” da mente de Deus.

Passei bastante tempo pensando na visão da irmã em Cristo... Por que três filas? Não poderiam ser duas? Uma que ia e outra que voltava?

Foi aí que o Espírito Santo fez-me lembrar de três tipos de pessoas, três tipos de crentes, citados na Bíblia, por meio do apóstolo Paulo.

São eles:

- Crente carnal

“E eu, irmãos não vos pude falar como as espirituais, mas como a carnais, como a criancinhas em Cristo” (I Coríntios 3.1).

- Crente natural

“Ora, o homem natural não aceita as coisas do Espírito de Deus, porque para ele são loucura; e não pode entendê-las, porque elas se discernem espiritualmente” (I Coríntios 2.14).

- Crente espiritual

“Mas o que é espiritual discerne bem tudo, enquanto ele por ninguém é discernido....” (I Coríntios 2.15).

Voltemos à visão da senhora crente.

Na fila que “ia”, que prosseguia adiante, estavam três tipos de pessoas: A genuinamente espiritual, a carnal e a natural. Todos achando que tinham direito ao céu. Porém, antes de atingirem o alvo desejado, almejado, pensado, pleiteado, houve uma escolha: O crente espiritual entrou, infelizmente, o crente “natural” (vazio, inconstante) e o crente “carnal” (mundano, indeciso, frio,incrédulo) voltaram. Não tiveram salvação. Essa “volta” significa perdição. Daí as duas filas que voltavam que foram rejeitadas.

O livro de apocalipse nos fala de três classes de pessoas: A morna, a quente e a fria. Duas delas não entram no céu: o morno e o frio.

“Assim, porque és morno, e não és quente nem frio, vomitar-te-ei da minha boca.” (Apocalipse 3.16).

Esses versículos se refere a três situações ligadas à certas pessoas:

“...os que deixam de seguir ao Senhor, e os que não buscam ao Senhor, nem perguntam por ele” (Sofonias 1.6).

Não escuta a voz, não aceita a correção, não confia no Senhor, nem se aproxima do seu Deus” (Sofonias 3.2).

- Deus nos faz um convite

“Ó vós, todos os que tendes sede (das coisas relacionadas a Deus), vinde às águas (à Palavra), e os que não tendes dinheiro (Pois não precisa de dinheiro), vinde, comprai, e comei; sim, vinde e comprai (adquire), sem dinheiro e sem preço, vinho e leite. Por que gastais o dinheiro naquilo que não é o pão (que não é alimento da alma) e o produto do vosso trabalho naquilo que não pode satisfazer (gastam tempo nos prazeres)? ouvi-me atentamente, e comei o que é bom (o que nos garantirá a eternidade)... Inclinai os vossos ouvidos, e vinde a mim; ouvi, e a vossa alma viverá; porque convosco farei um pacto perpétuo (para sempre, eterno), dando-vos as firmes beneficências prometidas...” (Isaías 55.1-3).

(POR TEMOR A DEUS EU DIGO: QUE DEUS ME AJUDE, EM NOME DE JESUS!!!!).

 

 

 

BÍBLIA de Estudo Pentecostal – AT e NT. Referências e Algumas Variantes. Trad. João F. de Almeida. São Paulo, CPAD/SBB, 1995 (ISBN 85-263-0048-2-BEP).

BÍBLIA Sagrada (Eletrônica, AT e NT). Europa Multimídia. Programação: Leandro Calçada, Ilustração: Wilson Roberto Jr. Colaboração: Thélos Associação Cultural.

As Valkírias – pdf- https://meocloud.pt/link

https://cld.pt/dl/download/

Vide tópico 56 - Referências Bibliográficas